O tratamento do câncer de rim pode ser extremamente estressante. O paciente passa por tantas coisas, que cada etapa concluída é uma nova conquista. Com o término do tratamento a paciente percebe a doença como um todo e alguns medos ou incertezas podem tomar conta dele.

O paciente pode muitas vezes pensar na morte, ou no impacto da doença em sua família, amigos e vida profissional. Acaba revendo seus relacionamentos e coisas aparentemente sem importância começam a ter valor.

Uma das coisas que ajuda muito o paciente com câncer de rim a enfrentar a doença é o apoio e a força que ele recebe. Independente de como, o importante é que você encontre em algo ou alguém essa ajuda, seja nos familiares, nos amigos, em ex-pacientes, em sites sobre a doença, ou até em sua própria fé.

Você não precisa passar por tudo isso sozinho, seus familiares e amigos podem e querem lhe ajudar. Não se feche na doença, esteja disposto a ouvir o que os outros têm a lhe dizer.

Fonte: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/como-o-cancer-de-rim-pode-afetar-a-saude-emocional/1532/242/