O Palhaçoterapia-UPE é projeto de extensão baseado no método clown implementado por estudantes do Curso de Medicina da Universidade de Pernambuco em 2007, utilizando a figura do palhaço como ferramenta. Permite ainda ao estudante voluntário um contato inusitado, mais profundo e diferenciado com o paciente, como também busca ressignificar a percepção do olhar deste sobre o ambiente hospitalar tornando-o mais lúdico e menos doloroso. O Palhaçoterapia, hoje, atua no Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco, no Hospital Infantil Maria Lucinda e no Hospital Infantil Helena Moura; cerca de 80 leitos hospitalares são visitados diariamente por dupla ou trio de clowns. O público alvo envolve todo o setor hospitalar, englobando os pacientes internados, acompanhantes e profissionais de saúde. No setor, a intervenção acontece “em blocos”, o que permite maior socialização dos pacientes durante as visitas. A média de voluntários é em torno de 45 estudantes cursando entre o 1º ao 4º ano do curso médico, que são capacitados para atuar através do método clownesco, simbolizado pelo nariz vermelho.

Para mais informaçoes , visitem a página no facebook: https://facebook.com/palhacoterapiaupe.